trem-anima

 

270816ac

A 46ª Reunião do Grupo Permanente de Autoajuda (GPAA) foi realizada durante a 24ª Semana de Tecnologia Metroferroviária e do 5º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviário. Executivos e técnicos de 15 metrôs brasileiros, de Lisboa e de Buenos Aires estiveram presentes com representantes das associações e empresas do setor para abordar temas ligados à gestão do Material Rodante, ao gerenciamento das oficinas de manutenção e as intervenções nas estruturas (metálicas e concreto armado). 

Entre os assuntos em destaque estavam os trabalhos dos empregados da CBTU BH que discutem sobre Truque – Sistemas mecânicos; Ranhuramento de comutadores de máquinas de corrente continua; Corrosão sob tensão do teto do TUE Série 900; Recuperação de estrutura metálicas e de concreto armado, além da  apresentação do trabalho sobre Aplicação de sensores de vibração e ruído nos trilhos para detecção de danos em rodas ferroviárias, do empregado da CBTU Belo Horizonte Francisco José F. Lopes, um dos vencedores do 5º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários. Participam também os metrôs do Rio, São Paulo e CCR Metrô Bahia.

 

Experiência compartilhada

O coordenador do GPAA, Leonardo Alves, destacou a importância do trabalho de intercâmbio técnico promovido pelo Grupo, que é a única agremiação do setor reconhecida por entidades com representação nacional, como grupo de trabalho da ANTP, da Associação Brasileira de Manutenção, da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária, da AEAMESP e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. As reuniões viabilizam a troca de experiências e a realização de estudo de casos entre as operadoras, facilitando o trabalho das equipes e viabilizando soluções adaptadas a cada sistema. Como resultado o grupo comemora a redução de custos, menor tempo de execução dos procedimentos e atualização permanente do conhecimento ligado aos sistemas metroferroviários.